Escolha sua vida | Paula Abreu

Simplicidade

O que o minimalismo pode fazer por você?

Mudar um hábito pode ser muito difícil. Mudar um estilo de vida, mais ainda. Tem gente que, quando faz dieta, pendura na porta da geladeira uma foto de uma atriz. E é mesmo mais fácil a gente ter disciplina e força de vontade quando a gente tem uma visão melhor de quais são as possíveis vantagens pro nosso sacrifício.

Por isso, resolvi detalhar um pouco mais, na listinha abaixo, alguns dos benefícios mais imediatos do minimalismo, sobre os quais eu já falei rapidamente em outros textos:

♥ Liberdade – Fiquei por anos escravizada num mundo ao qual eu não pertencia porque, a cada vez que eu considerava sair, eu pensava: “mas eu preciso do dinheiro pra comprar/manter as minhas coisas”. Até o dia em que eu me dei conta de que estava abrindo mão da minha liberdade e trabalhando numa coisa que não me fazia feliz pra poder comprar ou manter coisas de que eu não precisava ter. Hoje, quanto mais feliz eu sou com menos, mais liberdade eu tenho pra viver a vida que eu sempre quis, fazendo o que eu amo e sendo extremamente feliz.

♥ Tempo – Quanto menos coisa você tem, menos você precisa dedicar o seu tempo a limpar, organizar, fazer manutenção, cuidar de coisas. Adivinha o que você pode fazer com todo o tempo livre que resulta do minimalismo? Coisas que você realmente ame e que te façam verdadeiramente feliz.

♥ Economia – Quando a gente fala em economia como conseqüência do minimalismo, as pessoas imediatamente fazem o raciocínio lógico de “claro, se você não compra uma coisa, você economiza o dinheiro”. Mas é mais que isso. Porque além de comprar uma coisa, você paga pelo espaço que essa coisa ocupa na sua casa, você paga manutenção, limpeza, etc. Pense nos custos, por exemplo, de um carro e você claramente verá que eles não se limitam ao preço do carro em si.

♥ Auto-conhecimento – a partir do momento em que você deixa de se definir pelo que você tem, você passa a buscar entender quem você é. E, olhando pra trás, pra coisas que você tinha e que imagem você estava querendo que elas passassem pro mundo, você consegue ter uma boa ideia de muita coisa sobre você mesmo. Às vezes, não é fácil e nem bonito o que você vê, mas é o primeiro passo pra você assumir as rédeas de você mesmo e ser uma pessoa melhor.

♥ Relacionamentos mais verdadeiros – quando você não se define mais pelo que você tem, mas sim pelo que você é, você começa a ficar extremamente incomodado com as pessoas em volta que te definem ou te julgam pelo que você tem. Você começa a enxergar a superficialidade das suas relações com essas pessoas e começa a buscar relacionamentos mais profundos e verdadeiros. Alguns amigos vão embora nesse processo (eles podem até continuar lá, mas você passa a vê-los com outros olhos) e outros novos surgem.

You may also like...