Ser produtivo é importante não só pra ser eficiente e fazer o que precisa ser feito, mas também, e principalmente, porque te ajuda a gerar tempo livre.

E, com esse tempo, você pode fazer qualquer coisa que você quiser, desde trabalhar mais pra gerar mais dinheiro até passar mais tempo com a sua família e amigos.

Ou seja, a produtividade é um dos caminhos pra você ser rico no único recurso verdadeiramente não renovável: o tempo.

Hoje em dia, a maioria das pessoas está endividada e nem sabe. Você provavelmente é uma delas. Vou explicar.

Cada vez que você abre um e-mail, uma correspondência, ou uma aba do seu navegador e, em vez de fazer o que precisa fazer, diz pra si mesmo (ou pro seu chefe, marido, amiga, etc.) que: “depois eu vejo/faço/respondo isso”, você está criando uma dívida. Você está comprometendo tempo do seu orçamento futuro com essa tarefa que você está adiando.

Esta é uma dívida de tempo.

Tanto eu quanto você sabemos que você não faz isso só uma vez por semana, mas muitas. Pode ser que você até faça isso muitas vezes ao longo do dia (comece a se observar!).

Uma dívida, seja ela do que for, é uma dor de cabeça. É uma fonte de estresse. Consome a sua paz interior.

Você acorda de manhã e, embora saiba que o dia tem 24h, em algum lugar do seu inconsciente você sabe, também, que daquelas 24h você já comprometeu um monte de horas com um monte de tarefas. E, na maioria das vezes, essas tarefas são chatas, do contrário você provavelmente não as teria deixado pra depois. Pior ainda, como o “depois” é um momento vago no futuro, você provavelmente não vai realizar todas essas tarefas hoje, e vai rolar a sua dívida um pouco mais.

Isso tudo está roubando a sua energia!

Mas como eliminar a sua dívida de tempo?

Antes de mais nada, pare imediatamente de usar o “depois eu vejo/faço/respondo isso”. Você pode fazer agora ou, se não for possível, já alocar um tempo na sua agenda pra realizar a tarefa.

Lembra que você tem um orçamento de tempo disponível igualzinho a dinheiro? Pois chegou a hora de você começar a orçar o seu tempo igualzinho a dinheiro. O “depois” não pode mais continuar sendo um momento desconhecido do futuro que vai ficar nos fundos da sua cabeça te causando insegurança, medo e desconforto o tempo todo.

Além disso, eu aprendi uma lição muito importante na minha pesquisa sobre produtividade que vou compartilhar com você: toda tarefa tem um começo e um fim.

Nunca abandone uma tarefa no meio pra fazer outra coisa, nem que seja rapidinho. Elimine o “depois eu termino”. Complete a tarefa! (torne essa frase um verdadeiro mantra na sua vida: complete a tarefa, complete a tarefa, complete a tarefa! Ommmmmm…rsrs)

Experimente colocar essas dicas em prática durante 30 dias, começando hoje (e não “depois”), e me escreva ao longo do mês pra me contar o que está acontecendo com o seu tempo, a sua dívida, a sua produtividade, a sua energia, a sua serenidade, e até mesmo o seu lazer e seus relacionamentos.

Elimine o “depois” do seu vocabulário.

Faça seu orçamento de tempo.

Complete a tarefa.