Existe uma grande diferença entre o que é urgente e o que é importante.

A minha lista de pendências, nos meus tempos de mundo corporativo, tinha duas páginas de caderno e normalmente chegava em 47 itens. Eu passava o dia todo cumprindo aquelas pendências, “apagando incêndios”, riscando itens da lista. Mas, ao fim do dia, novos itens tinham surgido, novas urgências, novos incêndios pra apagar no dia seguinte. 

E o que era pior. Apesar de eu passar o dia todo “ocupada”, no fim do dia eu me sentia totalmente frustrada e…improdutiva! Sim, porque você só é produtivo quando aquilo que você produz está te levando para algum lugar! E, de preferência, o lugar pra onde você quer ir!

É possível que, hoje, você tenha uma lista de pendências enorme. Eu sei que você provavelmente não pode abandonar essas coisas do dia pra noite. Mas, e se você tivesse também uma lista das coisas que são verdadeiramente importantes pra você? E se, ao longo do seu dia, você também colocasse parte da sua atenção nessas coisas? E parte do seu tempo?

Ao usar a minha ferramenta de produtividade, a maioria das pessoas percebeu que, ao escolher a sua intenção para o dia, as prioridades necessariamente acabavam estando relacionadas com essa intenção, ou seja, eram IMPORTANTES, porque ajudariam a pessoa a alcançar aquele grande objetivo do dia.

E, ao conseguir cumprir aquilo a que tinham se proposto no começo do dia, as pessoas perceberam, também, um dos efeitos colaterais positivos da produtividade (além de produzir mais e ter mais tempo livre), que é o aumento da autoestima e da autoconfiança!

Sim, porque não há nada mais desmoralizante do que você descumprir seus compromissos com você mesmo. Você sabe do que eu estou falando.

Estabeleça a sua intenção para o seu dia. 

Defina as suas prioridades. 

Entenda o que é importante. 

E cumpra sua palavra com você mesmo.