Cuidado com a armadilha da consistência

Quem me acompanha a mais tempo pode estar estranhando o tema desse meu texto. Uma coisa que sempre falo é que a chave número um para ter resultado em qualquer coisa na sua vida é ter consistência. E eu repito mais uma vez: se você quer começar qualquer coisa na sua vida, seja uma dieta, uma língua nova, um empreendimento online, a chave é ter consistência. Não seja uma daquelas pessoas que pensa “já fiz isso diversas vezes e não deu resultado”. O resultado é algo que demora a vir. Tenha sempre em mente o mantra do comparecer. É a partir daí que criamos hábitos novos, mais saudáveis e mais positivos na nossa vida.

Contudo, o que quero falar nesse espaço é sobre um diferente insight, que é a armadilha da consistência. O que seria isso? Como dizia o Einstein “quem faz sempre a mesma coisa e espera ter resultados diferentes é maluco”. O Osho também diz que a neurose é você tentar fazer repetidas vezes aquilo que não funciona. Se você está insistindo em perseguir uma coisa que não está dando resultado, você está neurótico. Em prol da consistência você esquece que tem que aperfeiçoar aquilo que está fazendo. No que não está dando certo, precisamos fazer ajustes ou precisamos mudar.

Não existe fracasso, só existe resultado, portanto se não está funcionando como você queria isso não quer dizer que você está fracassando. Você pode apenas estar colhendo algo que não era o esperado ou não é o ideal. Isso quer dizer que para obter o seu resultado desejado, você tem que mudar suas ações. A armadilha da consistência é isso: não mudar as suas ações por não querer ferir essa consistência. Nesta armadilha a consistência vira teimosia, e a teimosia nada mais é que a nossa negação em fazer os ajustes e mudanças necessárias para alcançar esses resultados.

Mais uma vez isso não quer dizer que você deve desistir. Continue comparecendo, mas compareça um pouco diferente. Se, por exemplo, você começou a correr há algum tempo e todo dia você comparece, mas não consegue correr mais de um minuto, alguma coisa está errada. Você pode mudar diversas coisas para fazer funcionar, seja pegar um treinador, começar uma nova planilha de corrida ou fazer uma playlist animada. O importante é ir ajustando as suas ações até ter o resultado que você deseja.

É preciso avaliar também que quanto mais agressivas forem as metas que traçamos, mais pacientes temos que ser para alcançá-las. Neste processo é da mesma forma importante entendermos quando precisamos buscar ajuda externa. Não há problema nenhum nisso pois não estamos sozinhos em uma ilha deserta. Nós estamos num mundo com 7 bilhões de pessoas com talentos únicos e que podem agregar em nossa busca. O ajuste muitas vezes passa em procurar um novo olhar para nos direcionar no sentido da mudança.

O importante é tomar em suas mãos as rédeas e o controle para resolver os seus problemas!