Uma das maiores lições que aprendi até hoje

Certa vez aprendi uma lição inesquecível com uma amiga muito querida. Como a grande maioria das coisas que eu vejo, hoje, que mudaram a minha vida, essa lição foi simples, muito simples. Mas lembrar dela constantemente me deu uma perspectiva completamente nova na vida, e me ajudou a tomar decisões muito importantes desde então.

A terapeuta dessa minha amiga, cujo filho é da mesma idade que o meu, perguntou a ela:

“O que você faria para defender o seu filho caso acontecesse alguma coisa com ele? Se alguém o agredisse, falasse algo ruim sobre ele, o que você seria capaz de fazer?”

Minha amiga, claro, assim como eu ou qualquer outro pai ou mãe, respondeu:

“Eu faria qualquer coisa! Viraria uma leoa para defender meu filho! Jamais deixaria que ninguém fizesse nada de mau a ele! Nossa, pelo meu filho eu seria capaz de matar!”

E a terapeuta calmamente disse:

“Ótimo. Então agora passe a cuidar de você mesma com essa mesma força, dedicação e amor”.

Cataploft!

Porque né? A verdade é que a gente defende nossos filhos, nossos amigos, nossos parentes, nossos animais de estimação e até os animais de rua que nem são nossos, e por eles a gente é capaz de fazer mil e uma loucuras.

Mas, quando se trata da gente mesmo, não só a gente não cuida com esse carinho. Muitas vezes, o que é pior ainda, a gente mesmo é nosso pior algoz, nosso crítico mais ferrenho, nosso maior agressor (sim, agressão não é só soco no olho!).

Então, minha sugestão é que você defenda a sua criança interior – sim, ela existe e está aí dentro, apavorada com todos esses maus tratos! – de tudo e todos. E, especialmente, que você mesmo observe em que momentos do seu dia você está sendo o seu próprio carrasco.

Não se culpe, não julgue, apenas observe.

E se cuide com todo o seu amor.

*****

Assista aqui o depoimento de Isabela Mosconi que escolheu cuidar de sua vida com força, amor e dedicação. >> http://www.escolhasuavida.com.br/isabela-mosconi

3 Dicas pra explodir a sua produtividade

Ser produtivo é importante não só pra ser eficiente e fazer o que precisa ser feito, mas também, e principalmente, porque te ajuda a gerar tempo livre.

E, com esse tempo, você pode fazer qualquer coisa que você quiser, desde trabalhar mais pra gerar mais dinheiro até passar mais tempo com a sua família e amigos.

Ou seja, a produtividade é um dos caminhos pra você ser rico no único recurso verdadeiramente não renovável: o tempo.

Hoje em dia, a maioria das pessoas está endividada e nem sabe. Você provavelmente é uma delas. Vou explicar.

Cada vez que você abre um e-mail, uma correspondência, ou uma aba do seu navegador e, em vez de fazer o que precisa fazer, diz pra si mesmo (ou pro seu chefe, marido, amiga, etc.) que: “depois eu vejo/faço/respondo isso”, você está criando uma dívida. Você está comprometendo tempo do seu orçamento futuro com essa tarefa que você está adiando.

Esta é uma dívida de tempo.

Tanto eu quanto você sabemos que você não faz isso só uma vez por semana, mas muitas. Pode ser que você até faça isso muitas vezes ao longo do dia (comece a se observar!).

Uma dívida, seja ela do que for, é uma dor de cabeça. É uma fonte de estresse. Consome a sua paz interior.

Você acorda de manhã e, embora saiba que o dia tem 24h, em algum lugar do seu inconsciente você sabe, também, que daquelas 24h você já comprometeu um monte de horas com um monte de tarefas. E, na maioria das vezes, essas tarefas são chatas, do contrário você provavelmente não as teria deixado pra depois. Pior ainda, como o “depois” é um momento vago no futuro, você provavelmente não vai realizar todas essas tarefas hoje, e vai rolar a sua dívida um pouco mais.

Isso tudo está roubando a sua energia!

Mas como eliminar a sua dívida de tempo?

Antes de mais nada, pare imediatamente de usar o “depois eu vejo/faço/respondo isso”. Você pode fazer agora ou, se não for possível, já alocar um tempo na sua agenda pra realizar a tarefa.

Lembra que você tem um orçamento de tempo disponível igualzinho a dinheiro? Pois chegou a hora de você começar a orçar o seu tempo igualzinho a dinheiro. O “depois” não pode mais continuar sendo um momento desconhecido do futuro que vai ficar nos fundos da sua cabeça te causando insegurança, medo e desconforto o tempo todo.

Além disso, eu aprendi uma lição muito importante na minha pesquisa sobre produtividade que vou compartilhar com você: toda tarefa tem um começo e um fim.

Nunca abandone uma tarefa no meio pra fazer outra coisa, nem que seja rapidinho. Elimine o “depois eu termino”. Complete a tarefa! (torne essa frase um verdadeiro mantra na sua vida: complete a tarefa, complete a tarefa, complete a tarefa! Ommmmmm…rsrs)

Experimente colocar essas dicas em prática durante 30 dias, começando hoje (e não “depois”), e me escreva ao longo do mês pra me contar o que está acontecendo com o seu tempo, a sua dívida, a sua produtividade, a sua energia, a sua serenidade, e até mesmo o seu lazer e seus relacionamentos.

Elimine o “depois” do seu vocabulário.

Faça seu orçamento de tempo.

Complete a tarefa.

 

A causa de todos os seus problemas

Pare alguns instantes e pense nos cinco maiores problemas que você já teve na vida. Agora, se pergunte quais foram as causas para esses problemas.

Pensou?

Agora pense no seu maior problema hoje. Se pergunte quais as possíveis causas dele.

Espero que você não tenha perdido muito tempo nos exercícios acima, porque a resposta para ambos é muito simples.

Se você pensar em todos os problemas que já teve na vida, bem como nos que você tem hoje, desde os mais simples aos mais graves, dos menores aos maiores, dos que você conseguiu resolver com facilidade aos que você ainda está lutando para solucionar, tem uma coisa só em comum entre todos eles.

Vou dar uma pista: começa com vo e termina com cê.

Pois é, por mais respostas que você tenha encontrado ao se fazer as perguntas acima, a verdadeira resposta é que a única causa dos seus problemas é sempre sempre sempre você mesmo.

Como já dizia o mestre zen Osho, “Se você é positivo, então, nada é negativo para você. Se você for negativo, então, tudo será negativo para você. Você é a fonte de tudo o que existe à sua volta; você é o criador de seu próprio mundo.”

Não são circunstâncias negativas externas que estão lhe causando dor – e nem mesmo felicidade -, mas sim a sua reação a estas circunstâncias.

A boa notícia é que, a partir do momento em que você toma consciência dessa verdade – e dói, eu sei! -, você passa a ter uma escolha.

Você pode continuar criando sofrimento pra você mesmo. Ou você pode decidir que, a partir de agora, quer criar felicidade.

E aí, o que você vai escolher essa semana?

Uma foto que nunca mostrei pra ninguém…

Tem gente que acha que, porque eu me recuso a fazer mimimi ou ficar atirando pensamentos negativos aleatórios em cima dos meus amigos e leitores, eu vivo uma vida sem problemas ou sem dificuldades.

Claro que não é verdade. Assim como você ou qualquer outra pessoa, eu vivo desafios diariamente. Mas, ao longo dos últimos anos trabalhando como Coach, desenvolvi algumas características, crenças, ferramentas e estratégias pra me ajudar a não ficar paralisada por eles, assim como a grande maioria das pessoas fica.

Hoje eu quero dividir com você a crença que eu considero a mais importante pra evitar empacar em qualquer situação, e vou dividir também algo que nunca compartilhei com ninguém: uma foto dos meus bastidores em um dos momentos mais importantes da minha carreira como Coach.

Eu acredito que tudo na vida é resolvível. 

Pode parecer simples, mas esta é uma crença muito poderosa que pode mudar a sua vida completamente.

Muitas vezes, você se vê diante de um problema para o qual você não consegue enxergar solução. Diante dessa situação, existem duas possíveis formas de pensar:

1 – Não existe solução; ou

2 – Existe uma ou mais soluções, porque tudo na vida é resolvível, e apenas eu não estou conseguindo enxergar no momento

Quem adota a primeira forma de pensar acima, normalmente passa logo a seguir para o mimimi e a vitimização. Oh, pobre de mim!

Já quem adota a segunda forma de pensar e aceita que simplesmente pode não estar enxergando algo, se alinha com a vibe correta do universo, que é a das infinitas possibilidades.

Uma das inúmeras vantagens de quem se alinha com o universo diante de um desafio é que, além de não encher o saco dos amigos com mimimi nas redes sociais, a pessoa se abre para a criatividade e, com isso, pra possibilidade de bolar uma solução nova e diferente pro problema.

Falei que ia mostrar pra você hoje um registro muito importante dos meus bastidores.

Em junho de 2014, fiz um webinário ao vivo para mais de 500 pessoas, sobre o Detox de Dinheiro, um dos bônus do Programa Escolha Sua Vida. Neste dia, eu estava bem chateada com um monte de coisas. Além disso, não tinha ninguém que pudesse olhar meu filho pra mim no horário do webinário, que começou às 21h.

Sem poder sair de casa, por causa do meu filho, também não tinha como fazer o webinário de nenhum lugar a não ser o meu quarto, onde a internet seria mais confiável. E, estando bem no meio de um lançamento, meu quarto estava parecendo mais uma filial do inferno, com livros e roupas espalhados por todo lado.

Eu tinha todas as desculpas do mundo para cancelar aquele webinário. Eu sabia que era o pior momento pra eu fazer ele, por uma infinidade de motivos. Todas as circunstâncias me diziam que não tinha a menor possibilidade de o webinário ser perfeito, como eu gostaria.

Mas eu fiz o webinário mesmo assim. E os bastidores dele, que pode ser que você tenha assistido, foram assim:

ESV - foto que nunca mostrei

Era a hora certa? As condições perfeitas?

Pois naquelas duas horas de webinário, eu fiz mais de R$60 mil em vendas.

As pessoas que entraram no Programa Escolha Sua Vida motivadas por ele já terminaram o programa e, posso dizer, tiveram suas vidas transformadas. E, quatro meses depois, o webinário já foi visto por mais de 5,4 mil pessoas, sem contar as mais de 500 que o assistiram ao vivo. Dezenas dessas pessoas me escreveram ao longo dos últimos 4 meses pra me contar como sua relação com o dinheiro mudou por causa daquelas duas horas, algumas com resultados incríveis.

E se eu tivesse deixado pra depois? 

Se tivesse resolvido esperar as condições perfeitas? 

Ou, pior ainda, e se eu tivesse desistido?

Qual é a sua desculpa? 

*********************************

Acho que você também vai gostar de ler: “A solução para os seus desafios

Porque é bom não ter experiência

Muitas vezes leitores e coachees meus me procuram com medo de tentar fazer alguma coisa diferente, nova e que eles amam porque eles “não têm experiência” naquela coisa.

Acontece que a experiência é o conhecimento que vem do passado, do que você já viveu, do que aprendeu com o que viveu.

Ter experiência significa nada mais do que conhecer algumas soluções que funcionaram com problemas ou situações do passado, e que você pode tentar aplicar aos novos problemas e situações que surgirem no presente.

Acontece que, claro, os novos problemas e situações do presente serão sempre diferentes daqueles do passado. Algumas vezes, as soluções passadas e a experiência poderão ajudar. Mas nem sempre.

Quando você não se baseia tanto na sua experiência – ou quando você não tem experiência nenhuma, melhor ainda! – você acaba sendo muito mais…criativo!

Às vezes, saber tudo é simplesmente chato.

Se você tem vontade de fazer algo diferente em que você não tem experiência nenhuma, em vez de ficar se lamuriando, celebre.

Celebre a sua ignorância e todo o potencial criativo que existe junto com ela.

Como poderia ser a sua vida se você de repente enxergasse tudo de outra forma?

Experimente.

Leia também “Que tal fazer uma escolha esta semana?

Livros que me inspiram: O Poder da Coragem

Todo mundo sempre me pergunta qual é o livro que eu indico pra ler, que livros que me inspiram, qual livro que estou lendo, o que eu recomendo.

Então, eu resolvi começar a fazer uma série “livros que me inspiram” e que eu recomendo que você leia também, se você estiver em busca de livros para inspirar mudança em sua vida.

Escolhi começar essa série de vídeos sobre livros com o livro de alguém que eu conheço pessoalmente. É uma pessoa muito querida, que eu chamo de mestre, que virou muito rapidamente um grande mentor para mim. É o Jober Chaves.

E o livro que eu li dele recentemente foi “O Poder da Coragem”, um livro novo, lançado recentemente, que você encontra nas maiores livrarias.

Eu teria milhares de coisas para falar do livro, mas eu vou falar de uma coisa que me marcou e que eu já ~ como sempre faço com as coisas que me inspiram ~ desenvolvi uma imagem baseada na ideia do Jober.  Vou dividi-la aqui no vídeo, para você ver e utilizar em sua vida como quiser.

Para assistir ao vídeo, basta clicar no botão play abaixo:

E você, leu recentemente algum livro que te inspirou? Qual?

Crie seu vídeo ou post resposta e me envie o link por email ou inbox.

Ou deixe o seu comentário lá na nossa comunidade no Facebook.