Bike – Primeiro passeio

Ontem tirei minha bike da garagem pela primeira vez em mais de seis meses. Antes mesmo de sair com ela na rua, consegui a proeza de arrancar um naco de pele do tornozelo – senhores, eu sequer tinha montado na bicicleta ainda. Essa sou eu, muito prazer. Bike pra mim ainda é sinônimo de perda de sangue, ainda que pouco.

Depois, um agradável passeio com um amigo até o MAM, durante o qual foquei toda a minha atenção em não cair na Baía de Guanabara quando conversamos emparelhados (uma das minhas dificuldades) e em não cair, de um modo geral. Porque, independente de ser na Baía ou não, não ia ser bonito de se ver.

Foi um passeio educativo. Percebi, na conversa com meu amigo, que mesmo ciclistas mais experientes como ele ainda têm dúvidas sobre regras e melhores práticas do ciclismo urbano. Então, inspirada no amigo e nessa minha reestréia sobre duas rodas, vou criar uma seção de perguntas freqüentes, mitos e realidades de bike por aqui. Se tiverem dúvidas, podem mandar pra inbox ou por comentário.Ah sim, e o mais importante da minha reestréia: sobrevivi.